Gijs Zwartsenberg é doutorado em filosofia e comunicação pela universidade de Amesterdão, tendo exercido mais tarde o cargo de professor na Universidade Livre de Amesterdão, e vê o problema da energia do mundo principalmente como um problema de pensamento. É cofundador e presidente da Fundação Thorium MSR, que trabalha para recolher e divulgar informação acerca da energia nuclear, com destaque para a utilização de Tório e de Reatores de Sal fundido. Para tal, a fundação conta com o apoio de pesquisadores da TU Delft e do Grupo de Consultoria e Pesquisa Nuclear Petten.

André Pina obteve, em 2012, um doutoramento em Sistemas Sustentáveis de Energia do Instituto Superior Técnico, no âmbito do Programa MIT Portugal. Fez parte da equipa de Planeamento Energético da EDP, focando-se na evolução a longo prazo de sistemas energéticos, avaliação de políticas nacionais e europeias e avaliação do potencial de mercado de novas tecnologias.  Atualmente, é diretor de Strategy & Origination da Unidade de Negócio de Hidrogénio da EDP, sendo responsável por apoiar o seu desenvolvimento a uma escala global.

João Correia Bernardo é atual Diretor da Direção Geral de Energia e Geologia desde novembro de 2018, tendo ocupado cargos de chefia na organização há 17 anos. Formado pela Universidade de Lisboa e com formação especializada em Gestão Pública, tem vasta experiência na área de políticas públicas relacionadas às energias renováveis, transportes, mobilidade sustentável e inovação. Atualmente, preside também o Plano de Ação Nacional para a Eficiência Energética e à mesa da Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Energia.

Formada em Engenharia do Ambiente pela Universidade NOVA de Lisboa, com mestrado em Gestão Energética pela Lund University e PhD na Leiden University, Sofia Simões é atualmente Head of Resource Economics Unit no LNEG. O seu trabalho tem especial enfoque na economia por detrás do setor energético e nas necessidades de recursos geológicos para se atingir a neutralidade carbónica, nomeadamente no que toca a uma exploração de recursos sustentável. Antes de ingressar no LNEG, Sofia Simões já trabalhou no ramo da modelação de sistemas energéticos no CENSE e na Comissão Europeia.

Formado em Engenharia Geológica com especialização no ramo de Recursos Geológicos pela Universidade de Aveiro, Leonardo Azevedo é professor auxiliar no Instituto Superior Técnico desde 2016, lecionando atualmente unidades curriculares na área de Georrecursos. A somar a isto, enquanto investigador no CERENA, é o Investigador Responsável por alguns projetos como “Multi-source modelling of the ocean: coupling Earth observations with acoustic waves” ou “Distributed AI system for marine plastic debris monitoring”, um dos mais recentes projetos da Agência Espacial Portuguesa.